Faculdade de Direito - Universidade de São Paulo
 
Museu e Arquivo
Centro Acadêmico
XI de Agosto
 
   


Conselheiro José da Costa Carvalho
(Marquês de Monte Alegre)
(1835-1836)

Filho legítimo do patrão-mor da barra da cidade de S. Salvador da Bahia, José da Costa Carvalho, e de D. Ignez Maria da Piedade, naquela cidade nasceu. Formou-se em leis na Universidade de Coimbra, em 1819. Voltando ao Brasil tornou-se juiz-de-fora da cidade de São Paulo, da qual foi ouvidor, de 1821 a 1822.

Constituiu família em São Paulo, contraindo casamento com D. Genebra de Barros Leite, de importante e conceituada família paulistana. Encabeçou o partido liberal, sendo companheiro de Feijó, Paula e Souza, Evaristo da Veiga, Bernardo de Vasconcellos e Honorio Hermeto Carneiro Leão.

Fundou O Farol Paulistano.

Tomou parte na Constituinte e na Assembléia Legislativa, como deputado, na primeira, segunda e quarta legislaturas.

Com a abdicação de D. Pedro I, fez parte da Regência Permanente.

Por decreto de 5 de novembro de 1835, foi nomeado diretor do Curso Jurídico de São Paulo. Tomou posse em 5 de dezembro e exonerou-se por decreto de 24 de junho de 1836, servindo apenas seis meses e alguns dias.

Foi agraciado com o título de Barão de Monte Alegre, em 1841; com a carta de Conselheiro de Estado, em 1842; com o título de Visconde, em 1843; com o de Marquês, em 1854.

Organizou os gabinetes de 1848 e de 1852.

 

 

 

1827 - 1890

1890 - 1930
1930 - 1945
1945 - 1966
1966 - 1990
1990 - 2006

 

 
Faculdade de Direito - Universidade de São Paulo